Categoria: Obesidade

Existe gordinho saudável?

A obesidade por si só está associada a maior risco de diversas doenças, assim como ao aumento de mortalidade. Diversos são os motivos para este incremento de morbidade, como as questões cardiovasculares, infecções e câncer! No entanto, na prática diária da endocrinologia e metabologia, nos deparamos com situações aparentemente contraditórias. Solicitado exame de um paciente com excesso de peso e... TUDO NORMAL!! E aí, será que não há nada pra fazer? Seria aquele um obeso abençoado? Foi escolhido para, apesar de todos os efeitos sabidos da gordura visceral e seu papel inflamatório no organismo, ser salvo de suas perversas consequências? Recente estudo nos ajudou a jogar luz sobre este assunto. Os pesquisadores pegaram gordura subcutânea de três tipos de pacientes: peso normal, obesos com exames de sangue normais e obesos com exames de sangue alterados. Nesse tecido gorduroso, dosaram a atividade de vários genes que causam doenças. E o resultado foi que a...
Saiba mais No comments share

Sede realmente aumenta a fome?

Nós humanos somos seres bastante complexos, inteligentes, trabalhamos, desempenhamos diversas atividades, porém ainda pertencemos ao reino animal. Lembremos. Nosso sistema de alarme para falta de nutrientes é bastante efetivo, nos coloca para comer várias vezes ao dia, com hormônios que sobem e descem e vão coordenando nossa vontade conforme a necessidade. (isso cai um pouco por terra diante de um bolo de chocolate, já que a vontade por alimentos muito gostosos, palatáveis, não é fome, mas vontade de ter prazer!) Contudo, quando sentimos fome às vezes pode ser que, na verdade, estejamos com SEDE!! Pois é... Nosso corpo pede água por vezes a confundindo com fome. Os centros de controle das duas sensações são muito próximos em nosso hipotálamo, o que às vezes pode nos levar a comer mais quando com sede. Por isso, manter-se hidratado é importante para o controle do peso. Inclusive, o consumo de 1 a 2 copos de água...
Saiba mais No comments share

Mitos e verdades sobre a obesidade

A obesidade sempre foi um tema cercado de mitos e presunções tanto na literatura científica quanto nas publicações divulgadas pela imprensa. Quem nunca ouviu falar em uma dieta mirabolante, ou em alguma mudança de hábito capaz de reduzir diversos quilos em pouco tempo? A quantidade de informações falsas e sem evidências científicas disponíveis a respeito do ganho e da perda de peso é infinita. Por esse motivo, o The New England Journal of Medicine, uma das publicações científicas mais prestigiadas do mundo, identificou os principais mitos e verdades que envolvem a obesidade. Conheça a seguir alguns deles: Mitos - Pequenas mudanças no consumo de calorias e do gasto energético irão produzir grandes alterações de peso em longo prazo A sugestão de que devemos esperar grandes reduções de peso em resposta a pequenas mudanças no estilo de vida deriva da regra das 3.500 kcal (calorias, popularmente), estabelecida há meio século, segundo a qual cada redução...
Saiba mais No comments share

Conheça as cirurgias bariátricas

Conheça as cirurgias bariátricas bypass gástrico em Y de Roux e gastrectomia vertical

Segundo a última Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 56,9% das pessoas acima dos 18 anos estão com excesso de peso e 20,08% foram classificadas como obesas. Em 2006 esses dados correspondiam a 43% e 11,6%, Os números são preocupantes, uma vez que o sobrepeso está relacionado a diversas complicações de saúde, como diabetes e hipertensão. Por esse motivo, a cirurgia bariátrica tem se tornado uma grande aliada no tratamento de pacientes com obesidade grau 2 com complicações ou grau 3. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), esse tipo de cirurgia é indicado para pacientes com IMC acima de 35 Kg/m² (obesidade grau II), que tenham complicações como apneia do sono, hipertensão arterial, diabetes, aumento de gorduras no sangue, problemas articulares, entre outras que você pode conferir no...
Saiba mais No comments share

A relação do estresse com o aumento de peso

De acordo com dados da Universidade de Brasília (UnB), 70% da população brasileira está estressada. A rotina intensa do dia a dia, principalmente nas grandes cidades, contribui para esse quadro de estresse que, na prática clínica, sabemos ser um fator determinante na qualidade de vida, além de afetar o peso corporal e a saúde como um todo de um indivíduo. O estresse o aumento de peso já foram alvos de diversos estudos. Recentemente, uma pesquisa da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, mostrou que o metabolismo de uma pessoa desacelera após dias estressantes, diminuindo a capacidade de queimar calorias. O estudo foi realizado apenas com mulheres. O estresse não só contribui para o ganho de peso, como atrapalha a dieta. Os pesquisadores mediram a atividade do metabolismo das participantes, além da taxa de açúcar, colesterol, insulina e cortisol (hormônio relacionado ao estresse). Aquelas que passaram por momentos estressantes apresentavam maiores níveis de cortisol, gastaram,...
Saiba mais No comments share